(11) 3254-2011 / (11) 94319-2724 contato@molinajazzar.adv.br

Notícias

Professora demitida na fase pré-aposentadoria receberá R$ 150 mil por dano moral

08/09/2016

Uma professora demitida na fase pré-aposentadoria receberá R$ 150 mil de indenização por dano moral, por comprovar que a dispensa foi discriminatória. A Segunda Turma do Tribunal Superior do Trabalho não conheceu do recurso da Associação Antônio Vieira – Colégio Catarinense contra a decisão condenatória, que, com base na prova testemunhal, concluiu que a demissão ocorreu, única e exclusivamente, porque a professora estava prestes a aposentar.

Na reclamação trabalhista, a professora afirmou que, depois de 25 anos de dedicação à instituição, foi demitida quando faltavam dois anos para se aposentar. A dispensa foi comunicada verbalmente no Natal de 2011, e oficializada em fevereiro de 2012. Reputando o ato discriminatório, pediu indenização por dano moral de 50 vezes o último salário.

O juízo de Primeiro Grau reconheceu que a demissão foi discriminatória e condenou a associação ao pagamento de indenização de 25 salários da professora, equivalentes a um salário por ano de serviço ou fração mais o ano que faltava para aposentar. Em recurso ao Tribunal Regional do Trabalho da 12ª Região (SC), a instituição de ensino disse que pagou corretamente as verbas rescisórias e apenas utilizou seu poder diretivo, sem praticar qualquer ilicitude. Segundo a associação, a dispensa não teve relação com a proximidade da aposentadoria, pois tem empregados aposentados que permanecem trabalhando.

O Regional, porém, manteve a condenação, assinalando que o direito potestativo não pode ser exercido de forma arbitrária nem discriminatória – e, no caso, os depoimentos confirmaram a ilicitude do ato.

TST

Em recurso ao TST o Colégio Catarinense insistiu na tese do poder diretivo, sem qualquer caráter discriminatório, e indicou violação a artigos da Constituição Federal e do Código Civil. A relatora, ministra Maria Helena Mallmann, afirmou que a controvérsia foi solucionada “à luz dos fatos e da prova produzida nos autos”, não sendo possível reexaminá-los no TST, ante o impedimento da Súmula 126.

Processo: RR-2112-83.2012.5.12.0026

Fonte: Tribunal Superior do Trabalho (TST)
(Lourdes Côrtes/CF)

Últimas Notícias

Em reunião do Coleprecor, intercâmbio entre TRTs é destacado pelo ministro Lelio Bentes 

Em reunião do Coleprecor, intercâmbio entre TRTs é destacado pelo ministro Lelio Bentes  anasiqueira Qui, 22/02/2024 - 17:06 Em reunião do Coleprecor, intercâmbio entre TRTs é destacado pelo ministro Lelio Bentes  Conteúdo da Notícia O presidente e a corregedora do...

Corregedoria promove reunião com Sindiquinze sobre o Projeto “A Escuta”

Corregedoria promove reunião com Sindiquinze sobre o Projeto "A Escuta" anasiqueira Qua, 21/02/2024 - 18:21 Corregedoria promove reunião com Sindiquinze sobre o Projeto "A Escuta" Conteúdo da Notícia A Corregedoria do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região...

Dia Mundial da Justiça Social

Dia Mundial da Justiça Social marianaaassuncao Ter, 20/02/2024 - 10:12 Dia Mundial da Justiça Social Conteúdo da Notícia O Dia Mundial da Justiça Social, celebrado em 20 de fevereiro, foi oficializado pela Resolução nº 62/10 da Organização das Nações Unidas (ONU), em...

Presidente do TRT-15 visita PF e CPI2 

Presidente do TRT-15 visita PF e CPI2  anasiqueira Sex, 16/02/2024 - 16:13 Presidente do TRT-15 visita PF e CPI2 Conteúdo da Notícia O presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região, desembargador Samuel Hugo Lima, realizou nos dias 7 e 8 de fevereiro duas...

TRT-15 disponibiliza novas ferramentas a usuários da JT

TRT-15 disponibiliza novas ferramentas a usuários da JT anasiqueira Qui, 15/02/2024 - 16:45 TRT-15 disponibiliza novas ferramentas a usuários da JT Conteúdo da Notícia Os usuários da Justiça do Trabalho da 15ª Região já podem contar com mais duas ferramentas...

Sentença condena aplicativo de transportes em R$ 1 bilhão por danos morais coletivos

A 4ª Vara do Trabalho de São Paulo condenou a Uber a realizar a contratação de todos os motoristas ativos em sua plataforma, além de pagar R$ 1 bilhão em danos morais coletivos. Publicada nesta quinta-feira (14/9), a decisão foi tomada em sede de ação civil pública...

Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região e Petrobras firmam acordo de cooperação técnica

A Justiça do Trabalho da 2ª Região e a Petrobras assinaram, nesta quinta-feira (14/9), um acordo de cooperação técnica que visa adotar uma rotina conciliatória envolvendo as execuções trabalhistas que tenham a empresa como responsável subsidiária.O acordo convenciona...

Beneficiário da justiça gratuita que falta a audiência sem justificativa deve pagar custas

A 9ª Turma do Regional do Trabalho da 2ª Região confirmou  sentença que condenou um trabalhador ao pagamento de custas judiciais após não ter comparecido à audiência de instrução.Na ocasião, o juízo de primeiro grau decidiu pelo arquivamento do processo e deferiu ao...