(11) 3254-2011 / (11) 94319-2724 contato@molinajazzar.adv.br

Notícias

Construtora é responsabilizada por acidente fatal de servente ocorrido em carro de colega

07/10/2016

A Sexta Turma do Tribunal Superior do Trabalho condenou a CCM – Construtora Centro Minas Ltda. e, solidariamente, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) ao pagamento de indenização, no valor de R$ 261 mil, à família de um servente vítima de acidente fatal em veículo de um colega. O Chevette, ano 1993, capotou após estourar um pneu, quando eles se dirigiam ao escritório da construtora para receber cesta básica e salários atrasados.

A condenação foi de R$ 100 mil por danos morais e R$ 161 mil por danos materiais. A ministra Kátia Magalhães Arruda, relatora no processo na Turma, entendeu que a culpa da empresa poderia ser presumida, pois era seu dever colocar à disposição do empregado veículo próprio para o cumprimento das ordens. “Não o fazendo, assumiu de maneira inequívoca o risco por eventual acidente de trânsito em carro de terceiro”, concluiu.

O servente começou a prestar serviço na CCM em setembro de 2012 na obra de pavimentação da BR 412, no trecho localizado Ponta Abunha/Porto Velho (RO). Em novembro, por ordem do encarregado, foi com mais dois colegas, no veículo antigo de um deles, até o escritório da CCM, localizado a 100 km, quando ocorreu o acidente fatal.

Confirmando o julgamento de primeiro grau, o Tribunal Regional do Trabalho 14ª Regional não condenou a construtora ao pagamento de indenização. Para as instâncias inferiores, mesmo que o acidente tenha ocorrido quando o servente se encontrava a serviço da empresa, a culpa teria sido de terceiro e o caso seria fortuito (o pneu furado). Essa circunstância excluiria o nexo de causalidade entre o acidente e eventual conduta culposa pela empresa, impedindo a sua responsabilização pelos danos morais e materiais enfrentados pelos familiares do empregado falecido.

No entanto, a Seta Turma do TST destacou que o acidente ocorreu quando o empregado se encontrava a serviço da empresa. “O fato de o veículo ser de terceiro não é excludente de responsabilidade da empresa”, ressaltou a ministra Kátia Arruda. “Pelo contrário, trata-se de elemento agravante, pois significa que ela não forneceu condução própria”.

Embargo

No último julgamento do processo, a Sexta Turma do TST não acolheu embargos de declaração da CCM. Acolheu somente os embargos do Dnit, mas sem efeito modificativo, apenas para prestar esclarecimentos quanto ao tema da responsabilidade subsidiária.

Processo: RR-250-55.2013.5.14.0004

Fonte: Tribunal Superior do Trabalho (TST)
(Augusto Fontenele/CF)

Últimas Notícias

Abril Verde: com monumentos iluminados e seminário, TRT-15 busca conscientizar sobre a importância do trabalho seguro

Abril Verde: com monumentos iluminados e seminário, TRT-15 busca conscientizar sobre a importância do trabalho seguro anasiqueira Sex, 12/04/2024 - 14:45 Abril Verde: com monumentos iluminados e seminário, TRT-15 busca conscientizar sobre a importância do trabalho...

Mediação na SDC nesta quinta, 11/4, encerrará conflito entre Sesé Logística e trabalhadores

Mediação na SDC nesta quinta, 11/4, encerrará conflito entre Sesé Logística e trabalhadores anasiqueira Sex, 12/04/2024 - 14:38 Mediação na SDC nesta quinta, 11/4, encerrará conflito entre Sesé Logística e trabalhadores Conteúdo da Notícia Um acordo assinado na tarde...

Santander é condenado a R$ 1,5 mi por descumprir leis de proteção ao trabalhador

Santander é condenado a R$ 1,5 mi por descumprir leis de proteção ao trabalhador anasiqueira Sex, 12/04/2024 - 14:01 Santander é condenado a R$ 1,5 mi por descumprir leis de proteção ao trabalhador Conteúdo da Notícia O juiz da 6ª Vara do Trabalho de Ribeirão Preto,...

11ª Câmara não reconhece trabalho intermitente e condena empresa por danos morais

11ª Câmara não reconhece trabalho intermitente e condena empresa por danos morais anasiqueira Sex, 12/04/2024 - 13:59 11ª Câmara não reconhece trabalho intermitente e condena empresa por danos morais Conteúdo da Notícia A 11ª Câmara do Tribunal Regional do Trabalho da...

Presidente do TRT-15 visita Assembleia Legislativa de São Paulo

Presidente do TRT-15 visita Assembleia Legislativa de São Paulo anasiqueira Qui, 11/04/2024 - 16:09 Presidente do TRT-15 visita Assembleia Legislativa de São Paulo Conteúdo da Notícia Na terça-feira, 9/4, o presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região,...

Sentença condena aplicativo de transportes em R$ 1 bilhão por danos morais coletivos

A 4ª Vara do Trabalho de São Paulo condenou a Uber a realizar a contratação de todos os motoristas ativos em sua plataforma, além de pagar R$ 1 bilhão em danos morais coletivos. Publicada nesta quinta-feira (14/9), a decisão foi tomada em sede de ação civil pública...

Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região e Petrobras firmam acordo de cooperação técnica

A Justiça do Trabalho da 2ª Região e a Petrobras assinaram, nesta quinta-feira (14/9), um acordo de cooperação técnica que visa adotar uma rotina conciliatória envolvendo as execuções trabalhistas que tenham a empresa como responsável subsidiária.O acordo convenciona...

Beneficiário da justiça gratuita que falta a audiência sem justificativa deve pagar custas

A 9ª Turma do Regional do Trabalho da 2ª Região confirmou  sentença que condenou um trabalhador ao pagamento de custas judiciais após não ter comparecido à audiência de instrução.Na ocasião, o juízo de primeiro grau decidiu pelo arquivamento do processo e deferiu ao...